Zoeira? Tô fora!

Criada há 14 anos, a campanha “Zoeira? Tô Fora!” é um sucesso entre os motociclistas do País e faz parte de praticamente todos os eventos da área. 

A campanha leva a assinatura de um motociclista: Adams, 59 anos de vida e 42 de estrada. “Quando os motociclistas estradeiros saem de uma cidade para outra, o que queremos é curtir um bom som, tomar uma cerveja e comer um churrasco. Mas precisamos de tranquilidade porque temos a volta da viagem. Quando você vai a um encontro de motociclistas e tem gente queimando pneu, fazendo zerinho, fica uma zoeira e não é legal. Foi assim que surgiu a idéia da campanha”, contou ele. 

Para Adams, que andou de moto pela primeira vez ainda criança na garupa da máquina do pai, eventos de motociclistas com bagunça contribuem para a construção negativa da imagem da categoria. “As pessoas olham para os motociclistas e pensam que somos baderneiros. Na verdade, não somos nada disso.” 

O criador da “Zoeira? Tô Fora!” atribuiu o sucesso da campanha aos próprios motociclistas e organizadores de eventos motociclísticos do País. “Nós somos fiscais de nós mesmos. E isso funciona perfeitamente. Se a gente fosse ligar para a polícia e esperar a fiscalização aparecer, não ia dar tão certo”, diz ele. Além de criador do “Zoeira? Tô Fora!”, Adams é conhecido por ser um dos idealizadores do Dia do Motociclista.